Revista Ave Maria

Artigos da revista › 23/06/2017

As doze promessas do coração de Jesus a Santa Margarida Alacoque

1ª PROMESSA
“A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de meu Sagrado Coração.”
Nossas famílias vivem bombardeadas por imagens negativas, de destruição. A imagem de nosso Salvador, Jesus Cristo, em nossas casas, tem o poder de nos devolver a esperança da fé.

2ª PROMESSA
“Eu darei aos devotos de meu coração todas as graças necessárias a seu estado.”
A santidade não é exclusividade de poucos. Cada um de nós é chamado, em seu estado de vida, a viver essa aventura de eternidade. Para isso é essencial contarmos com a graça divina.

3ª PROMESSA
“Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias.”
A paz é fruto do encontro com o rosto, com a pessoa de Jesus. A paz se constrói tendo em nossos corações os mesmos sentimentos de Jesus de Nazaré. Uma vez em nós, ela se estende a nossos familiares.

4ª PROMESSA
“Eu os consolarei em todas as suas aflições.”
Vivemos em uma época de estresse, correria e competição. A solidão é um dos males do ser humano moderno, que, mesmo com muitos amigos virtuais, tem poucos amigos reais. Saber que o coração de Jesus está sempre disposto a nos acolher e consolar nos tira do abismo atrativo da morte.

5ª PROMESSA
“Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte.”
Há muitas pessoas que jamais pensam na qualidade de vida que estão levando e, muito menos, na sua própria morte. Ter a certeza de que na hora de nossa passagem definitiva não realizamos a travessia da vida sozinhos nos traz serenidade e confiança. Vivamos e morramos por e com Cristo!

6ª PROMESSA
“Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos.”
Aprendamos a ter como sócio principal de todos os nossos empreendimentos o próprio Deus. Isso afasta toda ideia fatalista ou supersticiosa. Afinal, o coração de Jesus é o Bom Pastor que nos encaminha em meio às incertezas da vida às águas tranquilas.

7ª PROMESSA
“Os pecadores encontrarão em meu coração uma fonte inesgotável de misericórdias.”
Deus nos ama infinitamente e, sobretudo, quando estamos distantes da vida da graça. Nossos pecados são consumidos na fornalha ardente do coração amoroso de Jesus, sempre que lhe entregamos todas as áreas de nossa existência.

8ª PROMESSA
“As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção.”
Podemos e devemos crescer em santidade. Que nunca nos demos por vencidos na maravilhosa aventura de caminhar e cresçamos transfigurados na presença de Deus. Peçamos o dom de uma fé sempre maior e atuante.

9ª PROMESSA
“As almas fervorosas subirão, em pouco tempo, a uma alta perfeição.”
Que todos os nossos esforços e crescimento espiritual, realizados até esta etapa de nossas vidas, não sirvam de desculpas para a estagnação espiritual. Querer aprofundar a intimidade com Deus deve ser o desejo constante de todos aqueles e aquelas que desejam ser santos e santas.

10ª PROMESSA
“Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos.”
O ministério sacerdotal, para ser eficaz, necessita de uma profunda comunhão com o Salvador. O padre age in persona Christi. Seu coração precisa ser o coração de Cristo para poder tocar o coração de suas ovelhas.

11ª PROMESSA
“As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no meu coração.”
Saber que todos os mínimos gestos que realizamos encontram eco e servem para a salvação do mundo nos impulsiona a prosseguirmos evangelizando. Mostrar às pessoas à nossa volta a imagem de um Deus misericordioso, que tem um coração bondoso, é essencial para tantos seres humanos com uma ideia negativa do Senhor.

12ª PROMESSA
“A todos os que comungarem, nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna.”
A ideia da comunhão durante nove meses se assemelha à geração/ gestação de um novo ser humano. Persevere em Deus, não desista de sua conversão constante! Uma nova pessoa surgirá: mais santa e renovada!

DINÂMICA:
Em um cartaz com o desenho do coração de Cristo escreva todos os sentimentos que você admira em Jesus. Próximo dessa imagem escreva: O CORAÇÃO DE JESUS BATE POR VOCÊ!

Artigo de autoria do Padre Sérgio Jeremias de Souza. 

Texto extraído da seção “Dinâmica em Grupo” da Revista Ave Maria – Edição junho/2017.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.