MENSAGEM DE ANO NOVO DO PAPA FRANCISCO

Baixar Versão em PDF

Em 1º de janeiro do ano passado, o Papa Francisco dirigiu a todos a sua mensagem de ano novo, desejando um ano de solidariedade fraterna e de paz.

No dia consagrado a Santa Maria, mãe de Jesus, em que se celebra também o Dia Mundial da Paz, o Pontífice disse que “Começamos o ano novo colocando-nos sob o olhar materno e amoroso de Maria Santíssima. Seu olhar amoroso nos encoraja a usar o tempo que nos foi dado pelo Senhor para o nosso crescimento humano e espiritual. Que seja um tempo para remover os ódios e as divisões, e existem muitas, que seja um tempo para sentir que somos todos mais irmãos e irmãs, que seja um tempo para construir e não para destruir, cuidando uns dos outros e da criação. Um tempo para fazer crescer, um tempo de paz”.

“SOMOS TODOS CHAMADOS A REALIZAR A PAZ”

O Santo Padre se referiu ao grande drama vivido pela humanidade: “Os dolorosos acontecimentos que marcaram o caminho da humanidade no ano transcorrido, especialmente a pandemia, ensinam a nós como é necessário interessarmo-nos pelos problemas dos outros e compartilhar suas preocupações. Essa atitude representa o caminho que leva à paz, pois favorece a construção de uma sociedade fundada em relações fraternais.

Cada um de nós, homens e mulheres de nosso tempo, é chamado a realizar a paz: cada um de nós.

Não sejamos indiferentes a isso. Somos todos chamados a realizar a paz e a realizá-la todos os dias e em todos os ambientes da vida, estendendo a mão ao irmão que precisa de uma palavra de conforto, de um gesto de ternura, de uma ajuda solidária. Para nós, essa é uma tarefa dada por Deus. O Senhor nos dá a tarefa de sermos operadores de paz”.

A PAZ DEVE COMEÇAR EM NÓS

Francisco ressaltou que, acima de tudo, “A paz pode ser construída se começarmos a estar em paz conosco, em paz por dentro, no coração, conosco e com aqueles ao nosso redor, removendo os obstáculos que nos impedem de cuidar dos que se encontram necessitados e na indigência”.

Ele também alertou para o fato de que a paz não é somente a ausência de guerra. Ela está na vida, numa vida rica em sentido, que é conseguida por meio da realização pessoal e da fraternidade.

“Que a Virgem Maria, que deu à luz o ‘Príncipe da Paz’, e que o mima com ternura em seus braços, obtenha para nós do Céu o precioso bem da paz, que não podemos perseguir plenamente apenas com a força humana”, disse ainda o Papa Francisco.

INTENÇÕES DE ORAÇÃO DO SANTO PADRE CONFIADAS À SUA REDE MUNDIAL DE ORAÇÃO
Educar para a fraternidade.
Rezemos para que todas as pessoas que sofrem discriminações e perseguições
religiosas encontrem nas sociedades onde vivem o reconhecimento
dos próprios direitos e da dignidade que nasce de ser irmãos.

Editorial

Produção Editoral feita em parceria com a Agência Minha Paróquia

Start typing and press Enter to search